quarta-feira, 29 de abril de 2015

Eu sou Mangueira a todo o vapor

Share
Ontem a Estação Primeira comemorou 87 anos, é uma das escolas de samba mais consagradas do Carnaval do Rio de Janeiro e um património intemporal de todo o Brasil. O antigo presidente, Ivo Meirelles publicou um clip com um samba enredo de 2013 e é uma boa forma, para quem não está tão a par deste fenómeno, de  sentir toda a emoção e alegria mas também todo o esforço e sacrifício que é preparar o desfile do ano para uma escola de samba.
Para mim é inevitável começar a sentir o coração e a garganta apertada mas é um prazer enorme recordar os momentos de pura alegria que já passei a participar nessa festa magnífica. Já posso dizer, minha Estação Primeira.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Dia de São Jorge

Share
Por isso, "Salve Jorge" com Jorge Ben Jor,

"Armas de fogo, meu corpo não alcançará
Facas, lanças se quebrem, sem o meu corpo tocar
Cordas, correntes se arrebentem, sem o meu corpo amarrar
Pois eu estou vestido com as roupas e as armas de Jorge"



E Salve Jorge (Alma de guerreiro) com Seu Jorge,

"Enfrentando um dragão por dia
Na sua companhia
A gente chega lá
Olhando para o céu eu sou capaz de ver (Salve Jorge)
Na lua"

terça-feira, 21 de abril de 2015

Drum & Bass brasileiro para iniciar semana

Share

Mistura que está no segundo disaco de um conjunto de coletâneas de drum & bass e eletrónica chamadas Sambass editados por uma editora inglesa chamada Quadra e que faz parte do grupo da editora italiana de música de dança e alternativa, Irma Records. A música original é de um músico paulistano. Leandro Bomfim leandrobomfim.blogspot.pt e a mistura é dos produtores e dj's JrDeep and Guilherme Lopes, conhecidos como Drumagick.

sexta-feira, 17 de abril de 2015

E mai logo...

Share

Miguel Araújo e António Zambujo no São Jorge. Espero que cantem esta maravilhosa música dos consagrados Marante!

Gosto muito disto

Share

Música boa para começar o fim de semana. "I'm Aquarius" - Metronomy

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Dia triste

Share

A morte do Percy Sledge deixa a música mundial mais pobre e triste e achei que o tema "Dark end of the street" refleteria bem o sentimento que todos amantes de boa música teráo vivenciado durante este dia. Apesar de uma vida plena custa sempre ver partir tanto talento.

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Los Hermanos em documentário

Share

Uma das bandas mais talentosas e emblemáticas da música popular brasileira, para quem não conhece tem de conhecer e para quem conhece nunca mais a retira da sua vida. Estiveram afastados alguns anos mas felizmente voltaram a juntar-se para turnées ao vivo. Durante o afastamento fomos desfrutando dos projectos individuais dos seus dois mais destacados músicos, Marcelo Camelo e Rodrigo Amarante mas já era tempo de virem todos a este lado do atlântico e nos priveligiarem com um show. No entanto, muito brevemente poderemo ter acesso a um documentário sobre esta banda que será lançado no Brasil no próximo mês de Maio. Com o título "LOS HERMANOS, esse é só o começo do fim da nossa vida", O documentário acompanha a turnée da reunião e revela o cotidiano dessa digressão, os bastidores dos shows e a participação dos fãs que sempre tiveram uma relação muito especial com a banda. Mais uma ansiedade para a minha vida, pelo menos ennquanto não chega cá.

Um registro único, íntimo e fiel: Los Hermanos – Esse é só o começo do fim da nossa vida, um documentário de Maria Ribeiro. Você assiste em breve, nos cinemas.

Posted by Los Hermanos - Filme on Thursday, April 9, 2015

Quando o previsível continua a ser delicioso

Share

Já se devem ter feito milhares de anúncios ou comerciais como se diz do lado de lá do Atlântico juntando ícones reconhecidos de um determinado lugar, é uma das fórmulas mais usadas na publicidade mas quando isso acontece no Rio de janeiro e se junta a maravilhosa paisagem, a esola de samba da Mangueira e a Antárctica, é como se nunca se tivesse feito nada parecido ainda e é uma delícia ver repetidamente. Bom final de semana.

Candidato a disco do ano

Share

O, até agora, desconhecido produtor musical francês Tristan tornou-se o hit do momento ao se tornar The Avener e ao lançar o disco de estreia "The Wanderings of the Avener". É um daqueles discos que é bom desde a primeira música até à última e que se transforma num prazer demorado e contínuo para se desfrutar com tranquilidade mas com uma tentação irresistível para bater o pé e abanar a cabeça. Recomendo uma viagem de carro sem pressa para se chegar ao destino. Tem participações conceituadas das quais destaco Adam Cohen e John Lee Hooker e alguns covers com versões únicas e aqui tenho de destacar a versão do tema "Lonely Boy" dos americanos Black Keys. Tal como se refere na sua bio oficial no seu site e eu concordo, é um disco que me traz de volta o som dos St. Germain e os primórdios do Moby e, também por isso, para mim é um claro candidato a disco do ano e o vencedor absoluto do disco do primeiro trimestre, pelo menos parea os meus tops. A música "Fade Out Lines" foi a música de apresentação do disco e já anda a bombar desde o Verão do ano passado.

quinta-feira, 2 de abril de 2015