sexta-feira, 22 de junho de 2018

"Bem que se quis...

Share
Depois de tudo ainda ser feliz!"

Faz hoje dois anos que Portugal empatou com a Hungria no Euro 2016 e, afortunadamente conseguiu uma apuramento milagroso para os oitavos de final mas, também nesse dia, foi o dia em que finalmente nos casámos. Finalemnte porque já partilhamos a nossa vioda desde 2011 e porque já não era sem tempo.
Foi um dia muito feliz, passado com os nossos queridops amigos que testemunharam e abençoaram tão importante momento. Foi dia de samba e folia e muita dança e cantoria. Foi um dia para nos recordarmos sempre e eternamente e para agarrarmos a ele sempre que enfrentemos uma tormenta. Lembro-me de ouvir um dia um conselho sábio para os momentos menos bons, quando houvesse dúvidas que nos lembrássemos sempre de porque é que nos apaixonámos, Tenho seguido sempre esse conselho e adicionei-lhe também mais um incentivo, a lembrança de todos os momentos felizes que já passámos e dos maiores foi há dois anos.
Como diz o grande Nelson Motta na voz da Marisa Monte, o importante é continuar a querer ser feliz e eu continuo a sê-lo ao teu lado C. E isso só é possível porque continuo a amar-te.



"Amar alguém
Amar é como o prazer de conseguir estar sozinho - mas melhor. Amar é o prazer de descobrir continuamente que há alguém com quem se quer passar o tempo todo, incluindo o tempo que se quer passar juntos e o tempo que se quer passar sozinho.

Amar é um casamento de solidões que, gozando o prazer da juntidão, mesmo assim não prescinde dos prazeres de duas solidões juntas, estejam momentaneamente separadas ou reunidas.

Amar alguém é uma coisa egoísta que só nos faz bem. Mas só se a pessoa amada nos contra-ama também. Ser amado alivia muito a loucura de amar e de ser obrigatoriamente infeliz por causa disso.

Amar e ser amado é a melhor sorte que se pode ter. Não são milagres que aconteçam por acaso. É preciso trabalhar com leviandade - por muito cheio de amor que o coração esteja - para que esses milagres, facílimos, comecem a habituar-se a acontecer regularmente.

Amar alguém é um alívio: é poder deixar de pensar que cada um de nós é marginalmente mais importante do que qualquer outra pessoa que nasceu nesta vida e neste planeta.

Amar alguém é um baluarte contra o mundo, um salvo-conduto, uma casa aonde não só se pode regressar como ficar fechado dentro dela, sem precisar de sair.

Amar alguém é a única, verdadeira distracção. Os que não amam - muitos porque têm medo de se entregarem - chamam obsessão ao amor sem saber que o amor é o grande apagador de insignificâncias e a única maneira de fazer coincidir a alma e a atenção em duas vidas."
Miguel Esteves Cardoso - Jornal Público



quinta-feira, 21 de junho de 2018

É verão

Share

Apesar da chegada tímida com chuva, o calor e a humidade no ar confirmam que o verão chegou ao hemisfério norte e a Lisboa. Para o celebrar, algumas novidades recentes na diáspora lusófona, novos trabalhos da angolana Aline Frazão, do Salvador Sobral e dos cariocas Baltazar e ainda uma descoberta de nome Janeiro. Músico e compositor português de Coimbra e que lança o seu primeiro álbum depois de algumas participações. Quatro belas provas da vivacidade e energia da música em língua portuguesa e ótimos temas para ouvir a regressar da praia.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Rio de Janeiro, gosto de você!

Share

Feliz inciativa da organização do Rock In Rio e deste grupo de músicos, uma verdadeira nata da música popular brasileira, que se juntaram para, simultaneamente, homenagearem a cidade maravilhosa e iniciar um movimento que pretende defender e valorizar essa cidade que merece todas as homenagens, amparos, protecções e valorizações. A música escolhida chama-se "Valsa da cidade" e é ela própria uma declaração de amor explícita a essa cidade que, também eu, tanto amo. Bonito aconchego para essa cidade que continua a ser maltratada e agredida pelos seus próprios habitantes, na maioria dos casos.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Miscigenação musical

Share

Mishlawi é um artista de hip hop natural dos Estados Unidos da América mas que cresceu em Portugal. Foi descoberto pelo Richie Campbell que, apesar de não parecer, é um músico e intérprete português muito influencaido pelas sonoridades jamaicanas e pelo R&B. O Richie foi um dos primeiros fenómenos do YouTube em Portugal e teve uma ascensão meteórica desde 2010. Este "All night" é uma colaboração entre os dois e é ninja!

terça-feira, 12 de junho de 2018

Samba segundo Arnaldo

Share

Novo disco de Arnaldo Antunes e a primeira amostra é logo uma homenagem doce e sincera ao belo samba.

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Hoje é um bom dia

Share

Hoje é um bom dia para falar do lançamento do disco que documenta os 28 concertos que o António Zambujo e o Miguel Araújo realizaram nos coliseus do Porto e Lisboa em 2016. Tenho de referir que já não era sem tempo, a espera já se tinha tornado em desalento e até algum receio de que nunca chegassem a editar este momento tão especial e histórico para a música portuguesa. Finalmente saiu e está aí para todos desfrutarmos, para quem foi, recordar a experiência que teve no dia em que assistiu e, para malucos como eu, recordar os três concertos que assisti, dois deles, em dias consecutivos. Tenho de referir de forma incisiva que valeu mesmo a pena.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Silva e Anitta

Share

Saiu na passada sexta feira, dia 25 de maio, o novo trabalho de Silva. É o seu terceiro disco de originais e chama-se "Brasileiro" e mantém o registo que lhe deu visibilidade em 2012, misturando mpb com samples eletrónicos e melodias com uma certa atmosfera lounge muito característica da música eletrónica anglo saxónica. Mesmo assim, este trabalho tentar aproximar-se mais dos ritmos e sonoridades da música brasileira. Isso está expresso no nome do próprio disco e também neste tema chamado, "Fica tudo bem", em que participa a funkeira Anitta.