quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Atlântico 09

Share
Últimos momentos de claridade em 2009 no mesmo Atlântco que nos irá receber cristalino em 2010.



Bom Ano de 2010

Share
"(...) Eu ando pelo mundo
E os automóveis correm para quê?
As crianças correm para onde?
Transito entre dois lados de um lado
Eu gosto de opostos
Exponho o meu modo, me mostro
Eu canto pra quem?(...)"
Esquadros - Adriana Calcanhoto

Versões inspiradoras desta música, da Adriana Calcanhoto, uma onde ela acompanha o Renato Russo e a outra, dos Los Hermanos no seu Luau.
Esta música lembra-me especialmente uma noite fria de inverno muito longa e feliz no Turco em Vila Nova de Milfontes

I still haven't found what I'm looking for

Share
The Boss e U2 juntos, gostava de ter estado nessa.

Misread

Share
"If you wanna be my friend
You want us to get along
Please do not expect me to
Wrap it up and keep it there
The observation I am doing could
Easily be understood
As cynical demeanour
But one of us misread...
And what do you know
It happened again

A friend is not a means
You utilize to get somewhere
Somehow I didn't notice
friendship is an end
What do you know
It happened again

How come no-one told me
All throughout history
The loneliest people
Were the ones who always spoke the truth
The ones who made a difference
By withstanding the indifference
I guess it's up to me now
Should I take that risk or just smile?

What do you know
It happened again
What do you know"
Misread - Kings of Convenience

Se me permitem, acho que são os legítimos sucessores do Simon & Garfunkel

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

The Lucky One

Share
No lugar dos palácios desertos e em ruínas
À beira do mar,
Leiamos, sorrindo, os segredos das sinas
De quem sabe amar.

Qualquer que ele seja, o destino daqueles
Que o amor levou
Para a sombra, ou na luz se fez a sombra deles,
Qualquer fosse o voo.

Por certo eles foram mais reais e felizes.

Fernando Pessoa,
"Poesias de Álvaro de Campos"

The Lucky One - Au Revoir Simone

Um desperdício!

Share
"Palácio Almada Carvalhais em diferendo judicial"
in Revista Sábado 30/12/09
Para os mais distraídos, o Palácio Almada Carvalhais é o lindo edifício onde estava localizado um dos melhores espaços da noite lisboeta devido à sua pureza, à sua alegria sincera e contagiante. O espaço chamava-se B.Leza e tive lá noites inesquecíveis, muitas delas graças ao Tito Paris. Os donos do edifício decidiram fechar o espaço mas agora andam às turras! Se tivessem dançado umas mornas e uns funanás, provavelmente tudo era, agora, diferente.

Nha Sina - Tito Paris

Dança Ma Mi Crioula - Tito Paris

Negócio interessante

Share

Aluguer de lajes nas favelas para assistir aos fogos de Copacabana. Esta é na Pavão-Pavãozinho e por R$250, os turistas têm oportunidade de passar um reveillon diferente. De certeza que cerveja e churrasquinho não vão faltar!

Can we start again

Share
Em fase de definição de resoluções para os próximos 365 dias...

Can we start again - Tindersticks

PS - Uma das minhas resoluções está totalmente interiorizada, no próximo ano tenho de ter menos gripes! Já não aguento o recorrente pingo no nariz e a voz fanhosa. Tenho de encontrar uma fórmula para ter as minhas defesas constantemente em alta! Isto é falta do calor do outro lado do Atlântico, de certeza.

I find shelter, in this way...

Share
Under cover, hide away...
Não podia ter descoberto em melhor altura. Obrigado Rita

Shelter - The XX

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Pra descontrair

Share
Retirada dos baús mas tem estado presente nas recentes playlists do Ipod e é totalmente apropriada à noite que se aproxima.
Fun Lovin' Criminals - Scooby Snacks

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Excelente

Share

Reencontrei o Jay Mcinerney neste incrível "A Boa Vida". Este foi um dos escritores da minha adolescência e juventude que, a par com o Bret Easton Ellis, me foram apresentando os excessos da cultura americana dos anos 80 e 90. "A Boa Vida" volta a trazer esse ambiente aspiracional da vida dos diversos nativos de Nova Iorque mas com um enredo totalmente contemporâneo e marcante, a vida nos dias seguintes ao atentado do 11 de Setembro. É um verdadeiro monumento a quem o viveu.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Hoje acordei assim

Share

E assim

"Astronauta!
Tá sentindo falta da Terra?
Que falta
Que essa Terra te faz?
A gente aqui embaixo
Continua em guerra
Olhando aí prá lua
Implorando por paz
Então me diz:
Porque quê você quer voltar?
Você não tá feliz
Onde você está?
Observando
Tudo a distância
Vendo como a Terra
É pequenininha
Como é grande
A nossa ignorância
E como a nossa vida
É mesquinha
A gente aqui no bagaço
Morrendo de cansaço
De tanto lutar
Por algum espaço
E você
Com todo esse espaço na mão
Querendo voltar aqui pro chão?
Ah não, meu irmão!
Qual é a tua?
Que bicho te mordeu
Aí na lua?

Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu...

Ah não, meu irmão!
Qual é a tua?
Que bicho te mordeu
Aí na lua?
Fica por aí
Que é o melhor que cê faz
A vida por aqui
Tá difícil demais
Aqui no mundo
O negócio tá feio
Tá todo mundo feito
Cego em tiroteio
Olhando pro alto
Procurando a salvação
Ou pelo menos uma orientação
Você já tá perto de Deus
Astronauta!
Então me promete
Que pergunta prá ele
As respostas
De todas as perguntas
E me manda pela internet...

Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu...

É tanto progresso
Que eu pareço criança
Essa vida de internauta
Me cansa
Astronauta cê volta
E deixa dar uma volta na nave
Passa achave
Que eu tô de mudança
Seja bem-vindo, faça o favor
E toma conta do meu computador
Porque eu tô de mala pronta
Tô de partida
E a passagem é só de ida
Tô preparado prá decolagem
Vou seguir viagem
Vou me desconectar
Porque eu já tô de saco cheio
E não quero receber
Nenhum e-mail
Com notícia dessa merda
De lugar...

Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu...

Eu vou prá longe
Onde não exista gravidade
Prá me livrar do peso
Da responsabilidade
De viver nesse planeta
Doente
E ter que achar
A cura da cabeça
E do coração da gente
Chega de loucura
Chega de tortura
Talvez aí no espaço
Eu ache alguma criatura
Inteligente
Aqui tem muita gente
Mas eu só encontro solidão
Ódio, mentira, ambição
Estrela por aí
É o que não falta
Astronauta!
A Terra é um planeta
Em extinção...

Eu vou pro mundo da lua
Que é feito um motel
Aonde os deuses e deusas
Se abraçam e beijam no céu!"
Astronauta - Lulu Santos e Gabriel O Pensador

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Pé do meu samba

Share
Feliz Natal!!!
"Dez na maneira e no tom
Voce é o cheiro bom
Da madeira do meu violão
Voce é a festa da Penha,
A feira de São Cristóvão,
É a Pedra do Sal
Você é a Intrépida Trupe
A Lona de Guadalupe
Você é o Leme e o Pontal

Nunca me deixa na mão
Voce é a cancão que consigo
Escrever afinal
Voce é o Buraco Quente
A Casa da Mãe Joana
É a Vila Isabel,
Voce é o Largo do Estácio,
Curva de Copacabana
Tudo que o Rio me deu!!

Pé do meu samba
Chão do meu terreiro
Mão do meu carinho
Glória em meu Outeiro
Tudo para o coracão
De um brasileiro"
Pé do meu Samba - Caetano Veloso, Mart'nália

Eu faço Samba e Amor até mais tarde...

Share
Mais uma delícia da Fernanda Abreu interpretando esse tema incrível do Caetano Veloso, Samba e Amor".

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Ninguém dirá que é tarde demais

Share
"Eu encontrei-a quando não quis
mais procurar o meu amor
E quanto levou foi pr'eu merecer
antes um mês e eu já não sei

E até quem me vê lendo o jornal
na fila do pão sabe que eu te encontrei
E ninguém dirá que é tarde demais
que é tão diferente assim
Do nosso amor a gente é que sabe, pequena

Ah vai!
Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém
afim de te acompanhar
E se o caso for de ir à praia eu levo essa casa numa sacola

Eu encontrei-a e quis duvidar
Tanto clichê deve não ser
Você me falou pr'eu não me preocupar
ter fé e ver coragem no amor

E só de te ver eu penso em trocar
a minha TV num jeito de te levar
a qualquer lugar que você queira
e ir onde o vento for, que pra nós dois
sair de casa já é se aventurar

Ah vai, me diz o que é o sossego
que eu te mostro alguém afim de te acompanhar
E se o tempo for te levar
eu sigo essa hora e pego carona pra te acompanhar"
Último Romance - Los Hermanos

Doce descoberta de última hora

Share
Cantor, compositor, guitarrista e produtor musical, André Caccia Bava acompanhou muita gente antes de se lançar em carreira solo. Eclético, passou por bandas dos mais variados estilos. Do samba jazz de Elza Soares ao pop de Sandy & Junior, do soul da Banda Black Rio ao rock de Lobão. O primeiro álbum desse paulistano chama-se "VentoBom" e é uma óptima surpresa.
Adoro quando estas coisas acontecem :).

Voz do Morro - André Caccia Bava

Céu Inteiro - André Caccia Bava

Destiny

Share

Zero 7

You say our job is done the battle is won but we've only just begun.

Share

Waltz 4 Koop - Koop

Crying, Waiting, Hoping

Share

Cat Power

Secret Heart

Share

Feist

Mad about you

Share

Hooverphonic

Para um Natal diferente...

Share
Excelente promoção à época!

Putz!!

Share
Me aguarde, nesse Verão ainda vou estar.

Invés de uma canção de Natal

Share
Eu sou o Samba

"Eu sou o samba
A voz do morro sou eu mesmo sim senhor
Quero mostrar ao mundo que tenho valor
Eu sou o rei do terreiro
Eu sou o samba
Sou natural daqui do Rio de Janeiro
Sou eu quem levo a alegria
Para milhões de corações brasileiros
Salve o samba, queremos samba
Quem está pedindo é a voz do povo de um país
Salve o samba, queremos samba"
Zé Keti - A Voz do Morro

As nossas estórias

Share

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

"Para isso somos feitos..."

Share
Dia feliz. Gestão de emoções onde nunca escapa a tristeza das ausências forçadas.

"Para isso fomos feitos:

Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —

Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.

Assim será nossa vida:

Uma tarde sempre a esquecer
Uma estrela a se apagar na treva
Um caminho entre dois túmulos —

Por isso precisamos velar
Falar baixo, pisar leve, ver
A noite dormir em silêncio.

Não há muito o que dizer:
Uma canção sobre um berço
Um verso, talvez de amor
Uma prece por quem se vai —
Mas que essa hora não esqueça
E por ela os nossos corações
Se deixem, graves e simples.

Pois para isso fomos feitos:

Para a esperança no milagre
Para a participação da poesia
Para ver a face da morte —

De repente nunca mais esperaremos...
Hoje a noite é jovem; da morte, apenas
Nascemos, imensamente."
Vinícius de Moraes

A vida é isto. No seu pleno!

Share

"Eu espero uns acontecimentos
Só que quando anoitece
É festa no outro apartamento
Todo amor vale enquanto brilha, aí e o meu brilhava
Brilho de jóia e de fantasia
Que há com nós?
O que que hácom nós dois amor?
Me responda depois...
Me diz por onde você me prende por onde foge
E o que pretende de mim
Era fácil nem dá pra esquecer. Aí, e eu nem sabia
Como era feliz de ter você
Como pode queimar nosso filme?
Um longe do outro morrendo de tédio e de ciúme.
O que é que há com nós?
O que é que há com nós dois amor?
Me responda depois...
Me diz por onde você me prende, por onde foge
E o que pretende de mim.
Eu espero...
Como pode queimar nosso filme?"
Acontecimentos - Marina Lima

Pois é... Eu não existo sem vocês!

Share
Obrigado amigos!

"Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você

Assim como o oceano
Só é belo com luar
Assim como a canção
Só tem razão se se cantar
Assim como uma nuvem
Só acontece se chover
Assim como o poeta
Só é grande se sofrer
Assim como viver
Sem ter amor não é viver
Não há você sem mim
E eu não existo sem você"
Eu não existo sem você - Tom Jobim, Vinícius de Moraes

"Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou em minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver pra não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Não sei porque você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar...

Você marcou em minha vida
Viveu, morreu
Na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão
Que em minha porta bate...

E eu!
Gostava tanto de você
Gostava tanto de você...

Eu corro, fujo desta sombra
Em sonho vejo este passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver pra não lembrar"
Eu gostava tanto de você - Tim Maia

sábado, 19 de dezembro de 2009

Vinícius

Share
É uma pena não haver o video desta música.

Estas noites deveriam ser "chocantes".

"O whisky é o melhor amigo do homem... O whisky é cão engarrafado." Vinícius de Moraes

O Vinícius era um eterno apaixonado por todos os seus amores

Saudades do Marinão e das luzes do Vidigal

Share

Marina Lima - Virgem

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Acabam comigo

Share
Sempre que as oiço sinto-as profundamente.


Hinos ao desencontro

Share
"Você não sabe se vai ou vem
Pouco me importa se o dinheiro é seu
Ei baby se o cabelo é legal
Moda na gringa é feliz natal

Se equivocou mas ficou tudo bem
Agora diz que está na onda zen
Ei baby você venceu
Passe amanhã e pegue o que é seu

A maquiagem vai desmanchar
Para o seu medo aparecer
Zero a zero, agora eu vou
Você deu mole então eu marco um gol

Zero a zero, você venceu
Passe amanhã e pegue o que é seu"
Rebel Rebel - David Bowie, versão Seu Jorge


"Você disse que não sabe se não
Mas também não tem certeza que sim
Quer saber?
Quando é assim
Deixa vir do coração
Você sabe que eu só penso em você
Você diz só que vive pensando em mim
Pode ser
Se é assim
Você tem que largar a mão do não
Soltar essa louca, arder de paixão
Não há como doer pra decidir
Só dizer sim ou não
Mas você adora um se...

Eu levo a sério mas você disfarça
Você me diz à beça e eu nessa de horror
E me remete ao frio que vem lá do sul
Insiste em zero a zero e eu quero um a um
Sei lá o que te dá, não quer meu calor
São Jorge por favor me empresta o dragão
Mais fácil aprender japonês em braile
Do que você decidir se dá ou não."
Se... - Djavan

Sempre em frente, nunca pra trás!!

Share
"Não vou lamentar, o que passou passou
Eu vou embora, meu tempo acabou
Tenho muita coisa para descobrir
Eu sinto muito mas tenho que ir
Vou indo porque nada mais me prende aqui
É o final do show
E não fique magoado porque vou partir
É só o jeito que eu sou

Changes lá vem meu trêm
Vem meu trêm
To saindo fora e agora eu vou me dar bem
Changes lá vem meu trêm
Vem meu trêm
Sei que tá na hora e eu vou me dar bem
Sempre em frente, nunca pra trás

Não é por nada não mas vou me divertir
Enquanto a vida assim permitir
Só procurar, fazer amigos do bem se precisar, ajudar tb
E agora a liberdade e o horizonte
Só voce não sacou
Nova york, ipanema ou Hong Kong
É nessa ai que eu tô

Changes lá vem meu trêm
Vem meu trêm
Tô saindo fora porque eu sei que vou me dar bem
Changes lá vem meu trêm
Vem meu trêm
Sei que tá na hora e eu vou me dar bem
Sempre em frente, nunca pra trás

Livre eu me sinto, sublime
Gente mais gente
O mar e o céu azul

Changes lá vem meu trêm
Vem meu trêm
Tô saindo fora e eu sei que vou me dar bem
Changes lá vem meu trêm
Vem meu trêm
Tô saindo fora e eu sei que vou me dar bem
Sempre em frente, nunca pra trás
Sempre em frente, nunca pra trás"
Changes - David Bowie, Versão Seu Jorge

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Hoje estou assim

Share
Bolas que merda de dia!! Que não foi assim tão diferente do resto do raio do ano que nunca mais acaba. Mesmo assim, vale mais encará-lo com o olhar satírico do flamenco dos Estopa!
"Porque me falta el aliento,
la fuerza, la pasta, las ganas de verte,
el encanto, la salsa, la luz de mis ojos,
mi as de la manga,
tus ojitos rojos,
me faltan, me faltan... "
Me falta el aliento - Estopa

Depois de ter você

Share
"Depois de ter você,
Pra quê querer saber que horas são?
Se é noite ou faz calor?
Se estamos no verão?
Se o sol virá ou não?
Ou pra quê é que serve uma canção como essa?

Depois de ter você,
Poetas para quê? Os deuses? As dúvidas?
Pra quê amendoeiras pelas ruas?
Para quê servem as ruas?
Depois de ter você..."
Adriana Calcanhoto - Depois de ter você

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Viver sempre também cansa

Share
Por vezes faz todo o sentido, ainda por cima quando se está tão perto do Natal, trabalho, um horror e uma angústia, como sempre, presentes de Natal, zero! Como quase sempre!

"O sol é sempre o mesmo e o céu azul
ora é azul, nitidamente azul,
ora é cinzento, negro, quase-verde...
Mas nunca tem a cor inesperada.

O mundo não se modifica.
As árvores dão flores,
folhas, frutos e pássaros
como máquinas verdes.

As paisagens também não se transformam.
Não cai neve vermelha,
não há flores que voem,
a lua não tem olhos
e ninguém vai pintar olhos à lua.

Tudo é igual, mecânico e exacto.

Ainda por cima os homens são os homens.
Soluçam, bebem, riem e digerem
sem imaginação.

E há bairros miseráveis, sempre os mesmos,
discursos de Mussolini,
guerras, orgulhos em transe,
automóveis de corrida...

E obrigam-me a viver até à Morte!

Pois não era mais humano
morrer um bocadinho,
de vez em quando,
e recomeçar depois,
achando tudo mais novo?

Ah! se eu pudesse suicidar-me por seis meses,
morrer em cima dum divã
com a cabeça sobre uma almofada,
confiante e sereno por saber
que tu velavas, meu amor do Norte.

Quando viessem perguntar por mim,
havias de dizer com teu sorriso
onde arde um coração em melodia:
«Matou-se esta manhã.
Agora não o vou ressuscitar
por uma bagatela.»

E virias depois, suavemente,
velar por mim, subtil e cuidadosa,
pé ante pé, não fosses acordar
a Morte ainda menina no meu colo..."

José Gomes Ferreira

Inspiração do blog My Walking Boots

Palpite

Share
O vídeo é cafona, a música roça o limite do aceitável mas a Vanessa Rangel é assim e eu gosto, assumo. É o meu lado cafona mas já tenho direito. A Vanessa tem meia dúzia de músicas assim, que fazem parte da minha vida, algumas delas descobertas em novelas, claro! Pena que no youtube não tem grande escolha. "Palpite", "Acho que vou embora", "Tá em mim", "O que você quer de mim" e "Acontecimento" são as minhas eleitas.

"Tô com saudades de você, debaixo do meu cobertor
De te arrancar suspiros, fazer amor
Tô com saudades de você, na varanda em noite quente
E o arrepio frio que dá na gente
Truque do desejo
Guardo na boca, o gosto do beijo.
Eu sinto a falta de você, me sinto só

E aí?
Será que você volta?
Tudo à minha volta é triste
E aí?
O amor pode acontecer de novo pra você
Palpite

Tô com saudades de você, do nosso banho de chuva
Do calor da minha pele, da língua tua
Tô com saudades de você, censurando o meu vestido
As juras de amor ao pé do ouvido
Truque do desejo
Guardo na boca, o gosto do beijo
Eu sinto a falta de você, me sinto só,

E aí?
Será que você volta?
Tudo à minha volta é triste
E aí?
O amor pode acontecer, de novo pra você
Palpite"

Duas personagens

Share
Mandrake e Hank Moody, sem eles a vida não tinha a mesma graça.

Quase sem querer

Share

Tenho andado distraído
Impaciente e indeciso
E ainda estou confuso
Só que agora é diferente
Estou tão tranqüilo
E tão contente...

Quantas chances desperdicei
Quando o que eu mais queria
Era provar pra todo o mundo
Que eu não precisava
Provar nada pra ninguém

Me fiz em mil pedaços
Pra você juntar
E queria sempre achar
Explicação pro que eu sentia
Como um anjo caído
Fiz questão de esquecer
Que mentir pra si mesmo
É sempre a pior mentira

Mas não sou mais
Tão criança,
A ponto de saber tudo...

Já não me preocupo
Se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu vejo
O mesmo que você...

Tão correto e tão bonito
O infinito é realmente
Um dos deuses mais lindos
Sei que às vezes uso
Palavras repetidas
Mas quais são as palavras
Que nunca são ditas?

Me disseram que você
Estava chorando
E foi então que eu percebi
Como lhe quero tanto...

Já não me preocupo
Se eu não sei por que
Às vezes o que eu vejo
Quase ninguém vê

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero
O mesmo que você"
Legião Urbana - Quase sem querer

Se alguma vez...

Share
"Se alguma vez te parecer
ouvir coisas sem sentido
não ligues, sou eu a dizer
que quero ficar contigo
e apenas obedeço
com as artes que conheço
ao princípio activo
que rege desde o começo
e mantém o mundo vivo (...)"
Jorge Palma - Valsa de um homem carente

Ídolos :)

Share
Momento raro e de incrível ternura.

E já agora o original que foi, sem dúvida, uma das minhas músicas de 2009, sabe a Verão e ajuda a minimizar este cinzento todo.
É sempre reconfortante poder dizer, convictamente, I'm yours.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Não vou duvidar oh nega!

Share
Cassia Eller

Outra linda deste show é a versão dela da música dos Legião Urbana, "Por Enquanto",
Mudaram as estações
Nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu,
Está tudo assim tão diferente...

Se lembra quando a gente chegou um dia à acreditar...
Que tudo era pra sempre,
Sem saber, que o 'pra sempre',
Sempre acaba ...

Mas nada vai conseguir mudar o que ficou,
Quando penso em alguém,
Só penso em você...
E aí então estamos bem...

Mesmo com tantos motivos pra deixar tudo como está,
E nem desistir, nem tentar,
Agora tanto faz...
Estamos indo de volta pra casa...

Inverno

Share
Para mim, a "música" da Adriana Calcanhoto apesar de haverem muitas que eu adoro e que me fazem recordar e retornar a momentos muito especiais da minha vida. Esta é única pois faz-me reviver momentos muito tristes mas, ao mesmo tempo, sentir emoções que tenho muita vontade de repetir rapidamente. Essa sensação é claramente sentida na estrofe, "O Inverno no Leblon é quase glacial".

 "No dia em que fui mais feliz
Eu vi um avião
Se espelhar no seu olhar até sumir

De lá pra cá não sei
Caminho ao longo do canal
Faço longas cartas pra ninguém
E o inverno no Leblon é quase glacial

Há algo que jamais se esclareceu
Onde foi exatamente que larguei
Naquele dia mesmo
O leão que sempre cavalguei

Lá mesmo esqueci que o destino
Sempre me quis só
no deserto sem saudade, sem remorso só
Sem amarras, barco embriagado ao mar

Não sei o que em mim
Só quer me lembrar
Que um dia o céu
reuniu-se à terra um instante por nós dois
pouco antes do ocidente se assombrar.

No dia em que fui mais feliz
Eu vi um avião
Se espelhar no seu olhar até sumir

De lá pra cá não sei
Caminho ao longo do canal
Faço longas cartas pra ninguém
E o inverno no Leblon é quase glacial

Há algo que jamais se esclareceu
Onde foi exatamente que larguei
Naquele dia mesmo
O leão que sempre cavalguei

Lá mesmo esqueci que o destino
Sempre me quis só
no deserto sem saudade, sem remorso só
Sem amarras, barco embriagado ao mar

Não sei o que em mim
Só quer me lembrar
Que um dia o céu
reuniu-se à terra um instante por nós dois
pouco antes do ocidente se assombrar.

Não sei o que em mim
Só quer me lembrar
Que um dia o céu
reuniu-se à terra um instante por nós dois
pouco antes do ocidente se assombrar.

Não sei o que em mim
Só quer me lembrar
Que um dia o céu
reuniu-se à terra um instante por nós dois
pouco antes do ocidente se assombrar.

No dia em que fui mais feliz..."
Inverno - Adriana Calcanhoto

You're so good to me

Share
O Frio (hoje estavam 4º graus) apela a toda a saudade daquela terra e ao desejo de voltar. O calçadão espera por mim e o Celso Fonseca tem sido, ao longo dos anos, um dos faróis que prometem o regresso.
Slow Motion Bossa Nova

Samba e Tudo

Meu Samba Torto

Ela Só Pensa Em Beijar

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

sábado, 12 de dezembro de 2009

Esse imenso desmedido amor

Share
"(...) Vai além do que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou minha dor
Minha linha do equador (...)

(...) Mas é doce morrer nesse mar
De lembrar e nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar
Eu daria, isso pra mim é viver"
Linha do Equador - Djavan

Solidão de manhã...

Share

Olha...

Share
"Olha, você tem todas as coisas
Que um dia eu sonhei pra mim
A cabeça cheia de problemas
Não me importo, eu gosto mesmo assim

Tem os olhos cheios de esperança
De uma cor que mais ninguém possui
Me traz meu passado e as lembranças
Coisas que eu quis ser e não fui

Olha você vive tão distante
Muito além do que eu posso ter
Eu que sempre fui tão inconstante
Te juro, meu amor, agora é pra valer

Olha, vem comigo aonde eu for
Seja minha amante, meu amor
Vem seguir comigo o meu caminho
E viver a vida só de amor"
Roberto Carlos

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Pra quê chorar

Share
Vinícius com a sua visão positiva dos desamores. Ele não podia ser de outra maneira pois apaixonou-se profunda e intensamente diversas vezes na sua irrequieta vida. No filme sobre a sua vida não se podia escolher melhor pessoa para interpretar esta música, o icon da alegria e da vida boa, Zeca Pagodinho.

"Pra que chorar
Se o sol já vai raiar
Se o dia vai amanhecer
Pra que sofrer
Se a lua vai nascer
É só o sol se pôr
Pra que chorar
Se existe amor
A questão é só de dar
A questão é só de dor

Quem não chorou
Quem não se lastimou
Não pode numa mais dizer
Pra que chorar
Pra que sofrer
Se há sempre um novo amor
Em cada novo amanhecer"
Pra que chorar - Vinícius de Moraes

Quero ver se você tem atitude e se vai encarar

Share
Louca!
"Chega de fazer fumaça, de contar vantagem, quero ver chegar junto pra me juntar."

Adoro a Martn'ália, adoro esta música, curiosamente da Ana Carolina e é totalmente a minha cara.

Aqui

Share
Confesso, esta mulher me tira do sério!

"Aqui
Eu nunca disse que iria ser
A pessoa certa pra você
Mas sou eu quem te adora
Se fico um tempo sem te procurar
É pra saudade nos aproximar
E eu já não vejo a hora

Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você
Você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar
Não dá pra disfarçar
Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está
Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim

Aqui
Agora que você parece não ligar
Que já não pensa e já não quer pensar
Dizendo que não sente nada
Estou lembrando menos de você
Falta pouco pra me convencer
Que sou a pessoa errada"
Aqui - Ana Carolina

Deixa a vida me levar

Share
Grande Beth Carvalho ou "a minha Beth" como diz a "minha Rita" - se o Pedro me permitir - e a nova sensação Diogo Nogueira, jé referenciado aqui no blog. No dia em que o Brasil homenageou o português Pedro Teixeira, herói da Amazónia, eu tenho ainda mais saudades do nosso Rio. Pode ser que a vida me leve depressa pra lá, eu deixo.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Brutal

Share
"Só de me encontrar no seu olhar já muda tudo"

Temos rotas a seguir
Podemos ir daqui pro mundo
Mas quero ficar
Porque
Quero mergulhar mais fundo

Só de me encontrar
Em seu olhar
Já muda tudo
Posso respirar você
Eu posso te enxergar
No escuro

Tem muito tempo na estrada
Muito tem
E como quem não quer nada
Você vem
Depois da onda pesada
A onda zen
É namorar na almofada
E dormir bem

Foi o seu olhar
O que me encantou
Quero um pouco mais
Desse seu amor

"Seu Olhar" - Seu Jorge

As canções que você fez pra mim

Share
Sem estas coisas, o mundo é, sem dúvida e no mínimo, diferente.

Hoje eu ouço as canções que você fez pra mim
Não sei por que razão tudo mudou assim
Ficaram as canções e você não ficou
Esqueceu de tanta coisa que um dia me falou
Tanta coisa que somente entre nós dois ficou
Eu acho que você já nem se lembra mais

É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste

Quantas vezes você disse que me amava tanto
Quantas vezes eu enxuguei o seu pranto
E agora eu choro só sem ter você aqui

Esqueceu de tanta coisa que um dia me falou
Tanta coisa que somente entre nós dois ficou
Eu acho que você já nem se lembra mais

É tão difícil olhar o mundo e ver
O que ainda existe
Pois sem você meu mundo é diferente
Minha alegria é triste

Quantas vezes você disse que me amava tanto
Quantas vezes eu enxuguei o seu pranto
E agora eu choro só sem ter você aqui

domingo, 6 de dezembro de 2009

É campeão!!!

Share

Mengão!!!

Share

Pode ser hoje, desde 92 que o Flamengo não é campeão, hoje pode festejar o Hexa. Escusado será dizer que a loucura deve estar a tomar conta do Rio e é óbvio perceber onde é que eu desejava estar.

O Mundo é um Moínho

Share
Cazuza cantando Cartola

Ainda é cedo amor.
Mal começaste a conhecer a vida.
Já anuncias a hora da partida.
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar.
Presta atenção querida, embora eu saiba que estás resolvida.
Em cada esquina cai um pouco a tua vida.
Em pouco tempo não serás mais o que és.
Ouça-me bem amor.
Preste atenção, o mundo é um moinho.
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos.
Vai reduzir as ilusões a pó.
Preste atenção querida.
Em cada amor tu herdarás só o cinismo.
Quando notares estás à beira do abismo.
Abismo que cavastes com teus pés.

Este fim de semana era o teu aniversário

Share
E dias melhores virão como dizem os teus Jotaquest mas, infelizmente, tu não estás aqui. Um abraço.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Saudades Salgadas

Share
Já faz um tempo...
E com Kings of Convenience torna-se ainda mais nostálgico.
Não gosto de tudo mas há algumas que é impossível ficar indiferente e ainda por cima com este clip inspirador, torna-se irresistível.

Riding on this know-how
Never been here before
Peculiarly entrusted
Possibly that's all
Is history recorded?
Does someone have a tape?
Surely, I'm no pioneer
Constellations stay the same

Just a little bit of danger
When intriguingly
Our little secret
Trusts that you trust me
'Cause no one will ever know
That this was happening
So tell me why you listen
When nobody's talking

What is there to know?
All this is what it is
You and me alone
Sheer simplicity

What is there to know?
All this is what it is
You and me alone
Sheer simplicity

What is there to know?
All this is what it is
You and me alone
Sheer simplicity

Know How - Kings of Convenience

São Gonça

Share
No Rio tem outro encanto :) Com direito a coreografia do Conjuntão Pesadão e tudo.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Só me resta vingar no sábado

Share
Aqui, mesmo com 11 graus, tem Little Joy do meu Rodrigo Amarante e ainda por cima com a participação especial do meu grande amigo Manuel Lourenço.

Hoje...

Share
Tem Margareth Menezes no Circo Voador, 40º graus lá, 11º graus aqui, vou beber uma Brahma pra matar saudades e afogar as mágoas. Há um ano estava lá, na minha cidade maravilhosa, preparando-me para ver Monobloco que repetem este ano e tocam para a semana. Aguenta coração!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

As 100 Maiores Músicas Brasileiras

Share
Na edição de aniversário da Rolling Stone Brasil, esta publicação decidiu eleger as 100 maiores músicas da música brasileira, uma lista bastante eclética. Não descrevem os critérios mas isso também não interessa nada. É, no entanto, curioso olhar e comentar algumas escolhas. Estão aqui a maioria dos consagrados, desde Noel Rosa, Pixinguinha, Cartola, passsando pelos percursores da Bossa Nova, Vinicius, Tom Jobim, Elis Regina, Baden Powel, Carlos Lyra e a geração seguinte, Caetano, Gilberto Gil, Paulinho da Viola, Os Mutantes. Estão presentes os extremos, como Raul Seixas e Roberto Carlos, da história mais recente os estranhos Chico Science & Nação Zumbi ao lado dos low profile Legião Urbana ou dos mainstream Titãs.
Estão também todos os clássicos, o hino informal do Brasil, "Carinhoso", o primeiro sucesso da Bossa Nova, "Chega de Saudade", o maravilhoso "Àguas de Março", o delicioso, "O Mundo é um Moínho", o romântico "Quero que tudo vá para o Inferno", a "Aquarela do Brasil" do grande compositor Ary Barroso, o inocente "Primavera" do Tim Maia, a tranquila "Manhã de Carnaval" e, curiosamente, a versão do "Garota de Ipanema" seleccionada, a canção mais gravada de todos os tempos, é a do Pery Ribeiro e nao a do Vinícius e do Tom. Adoro a música "Construção" do Chico mas não a elegeria como número 1 mas confesso que também não sei qual seria. Sinto falta de algumas músicas e de alguns intérpretes, principalmente os mais contemporâneos como Marisa Monte, Adriana Calcanhoto, Nando Reis ou mesmo Maria Rita e Seu Jorge :) e alguns já consagrados como Djavan, a Marina Lima ou a Fernanda Abreu que, apesar de tudo merece referência devido à música "Você não soube me amar" dos seus tempos no Blitz com o grande Evandro Mesquita!
Para finalizar, acho que fizeram uma grande sacanagem aos Hermanos e aos seus fans pois, com tantas músicas boas, foram eleger a música que é o ódio de estimação do grupo e dos seus fans incondicionais, a "Ana Júlia", a única pela qual eles não querem ser lembrados! E por último
Ver a notícia aqui.

Nº 1 - "Construção" - Chico Buarque
Nº 2 - "Águas de Março" - Elis Regina & Tom Jobim
Nº 3 - "Carinhoso" - Pixinguinha
Nº 4 - "Asa Branca" - Luiz Gonzaga
Nº 5 - "Mas Que Nada" - Jorge Ben
Nº 6 - "Chega de Saudade" - João Gilberto
Nº 7 - "Panis et Circencis" - Os Mutantes
Nº 8 - "Detalhes" - Roberto Carlos
Nº 9 - "Canto de Ossanha" - Baden Powell/ Vinicius de Moraes
Nº 10 - "Alegria, Alegria" - Caetano Veloso
Nº 11 - "Domingo no Parque" - Gilberto Gil & Os Mutantes
Nº 12 - "Aquarela do Brasil" - Francisco Alves
Nº 13 - "As Rosas Não Falam" - Cartola
Nº 14- "Desafinado" - João Gilberto
Nº 15- "Trem das Onze" - Demônios da Garoa
Nº 16- "Ouro de Tolo" - Raul Seixas
Nº 17- "O Mundo é um Moinho" - Cartola
Nº 18- "Sinal Fechado" - Chico Buarque
Nº 19- "Quero Que Vá Tudo pro Inferno" - Roberto Carlos
Nº 20- "Preta Pretinha" - Novos Baianos
Nº 21- "Tropicália" - Caetano Veloso
Nº 22- "Da Lama ao Caos" - Chico Science & Nação Zumbi
Nº 23- "Inútil" - Ultraje a Rigor
Nº 24- "Eu Sei Que Vou Te Amar" - Vinicius de Moraes
Nº 25- "País Tropical" - Wilson Simonal
Nº 26- "Roda Viva" - Chico Buarque & MPB 4
Nº 27- "Garota de Ipanema" - Pery Ribeiro
Nº 28- "Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores" - Geraldo Vandré
Nº 29- "Nanã -Coisa Número 5" - Moacir Santos
Nº 30- "Baby" - Gal Costa
Nº 31- "Travessia" - Milton Nascimento
Nº 32- "Ovelha Negra" - Rita Lee
Nº 33- "Pérola Negra " - Luiz Melodia
Nº 34- "Brasil Pandeiro" - Brasil Pandeiro
Nº 35- "Trem Azul" - Lô Borges
Nº 36- "O Bêbado e a Equilibrista" - Elis Regina
Nº 37- "Primavera" - Tim Maia
Nº 38- "Eu Quero É Botar Meu Bloco na Rua" - Sérgio Sampaio
Nº 39- "Metamorfose Ambulante" - Raul Seixas
Nº 40- "Sangue Latino" - Secos & Molhados
Nº 41- "Manhã de Carnaval" - Luis Bonfá
Nº 42- "Sampa" - Caetano Veloso
Nº 43- "Como Nossos Pais" - Elis Regina
Nº 44- "Azul da Cor do Mar" - Tim Maia
Nº 45- "Carcará" - Maria Bethânia
Nº 46- "Ponteio" - Edu Lobo e Marilia Medalha
Nº 47- "Me Chama" - Lobão e os Ronaldos
Nº 48- "Maracatu Atômico" - Chico Science & Nação Zumbi
Nº 49- "Os Alquimistas Estão Chegando" - Jorge Ben
Nº 50- "Ando Meio Desligado" - Os Mutantes
Nº 51- "Disparada" - Jair Rodrigues
Nº 52- "Diário de um Detento" - Racionais MC's
Nº 53- "Brasileirinho" - Waldir Azevedo
Nº 54- "Sabiá" - Cynara e Cybele
Nº 55- "Balada do Louco" - Os Mutantes
Nº 56- "A Lua e Eu" - Cassiano
Nº 57- "Conversa de Botequim" - Noel Rosa
Nº 58- "Apesar de Você" - Chico Buarque
Nº 59- "Minha Namorada" - Carlos Lyra
Nº 60- "Na Rua, na Chuva, na Fazenda" - Hyldon
Nº 61- "Chão de Estrelas" - Silvio Caldas
Nº 62- "Luar do Sertão" - Luiz Gonzaga
Nº 63- "Alagados" - Paralamas do Sucesso
Nº 64- "As Curvas da Estrada de Santos" - Roberto Carlos
Nº 65- "BR-3" - Toni Tornado
Nº 66- "Clube da Esquina nº 2" - Milton Nascimento
Nº 67- "A Banda" - Nara Leão
Nº 68- "Comida" - Titãs
Nº 69- "Rosa de Hiroshima" - Secos & Molhados
Nº 70- "Ronda" - Inezita Barroso
Nº 71- "Como Uma Onda" - Lulu Santos
Nº 72- "Gita" - Raul Seixas
Nº 73- "Wave" - Tom Jobim
Nº 74- "Sentado à Beira do Caminho" - Erasmo Carlos
Nº 75- "Foi um Rio Que Passou em Minha Vida" - Paulinho da Viola
Nº 76- "Samba de Verão" - Marcos Valle
Nº 77- "Insensatez" - Tom Jobim
Nº 78- "Cálice" - Chico Buarque e Milton Nascimento
Nº 79- "Maria Fumaça" - Banda Black Rio
Nº 80- "Vapor Barato" - Gal Costa
Nº 81- "Que País É Este?" - Legião Urbana
Nº 82- "Sossego" - Tim Maia
Nº 83- "Ideologia" - Cazuza
Nº 84- "Rosa" - Orlando Silva
Nº 85- "O Barquinho" - Maysa
Nº 86- "Nervos de Aço" - Paulinho da Viola
Nº 87- "Meu Mundo e Nada Mais" - Guilherme Arantes
Nº 88- "Sá Marina" - Wilson Simonal
Nº 89- "A Flor e o Espinho" - Nelson Cavaquinho
Nº 90- "2001" - Os Mutantes
Nº 91- "Felicidade" - Caetano Veloso
Nº 92- "Tico Tico no Fubá" - Ademilde Fonseca
Nº 93- "Casa no Campo" - Elis Regina
Nº 94- "O Mar" - Dorival Caymmi
Nº 95- "Último Desejo" - Aracy de Almeida
Nº 96- "Disritmia" - Martinho da Vila
Nº 97- "Você não Soube Me Amar" - Blitz
Nº 98- "A Noite de Meu Bem" - Dolores Duran
Nº 99- "Rua Augusta" - Ronnie Cord
Nº 100- "Anna Júlia" - Los Hermanos

Eu bebo sim!

Share
Adoro a versão original da Elizeth Cardoso mas esta da louca Elza Soares com o Monobloco deve ter sido inesquecível. E, qualquer música onde entre o meu xará Seu Jorge é evidente que merece destaque!

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Tive pena

Share
Gostava de ter ido mas distraí-me e deixei acabar os bilhetes:(. Vários amigos já me disseram que são fantásticos ao vivo e estava curioso, vou ter de estar atento à próxima vinda dos Muse a Portugal.

domingo, 29 de novembro de 2009

Estrela do Mar

Share

Numa noite em que o céu
tinha um brilho mais forte
e em que o sono parecia
disposto a não vir
Fui estender-me na praia
sozinho ao relento
e ali longe do tempo
acabei por dormir
Acordei com o toque
suave de um beijo
e uma cara sardenta
encheu-me o olhar
Ainda meio a sonhar
perguntei quem era
ela riu-se e disse baixinho
estrela do mar

Sou a estrela do mar
só a ele obedeço
só ele me conhece
só ele sabe quem sou
no principio e no fim
só a ele sou fiel
e é ele quem me protege
quando alguém quer à força
ser dono de mim

Não sei se era maior
o desejo ou o espanto
só sei que por instantes
deixei de pensar
Uma chama invisivel
incendiou-me o peito
qualquer coisa impossivel
fez-me acreditar
Em silêncio trocámos
segredos e abraços
inscrevemos no espaço
um novo alfabeto
Já passaram mil anos
sobre o nosso encontro
mas mil anos são pouco ou nada
para a estrela do mar

Sou a estrela do mar
só a ele obedeço
só ele me conhece
só ele sabe quem sou
no principio e no fim
só a ele sou fiel
e é ele quem me protege
quando alguém quer à força
ser dono de mim

Jorge Palma

sábado, 28 de novembro de 2009

Que pena...

Share
Eu não estar lá. Neste show até o Zico actuou.
"Ela já não gosta mais de mim
Mas eu gosto dela mesmo assim
Que pena, que pena
Ela já não é mais a minha pequena
Que pena, que pena

Pois não é fácil recuperar
Um grande amor perdido
Pois ela era uma rosa
Ela era uma rosa
As outras eram manjericão
As outras eram manjericão
Ela era uma rosa
Ela era uma rosa
Que mandava no meu coração
Coração, coração

Ela já não gosta mais de mim
Mas eu gosto dela mesmo assim
Que pena, que pena
Ela já não é mais a minha pequena
Que pena, que pena

Mas eu não vou chorar
Eu vou é cantar
Pois a vida continua
Pois a vida continua
E eu não ficar sozinho
No meio da rua, no meio da rua
Esperando que alguém me dê a mão"
Que pena - Jorge Ben Jor

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Como é grande o meu amor por você

Share
O show "Elas cantam Roberto" teve este momento único do Rei com as vozes femininas de vários momentos da música brasileira. Pelos sorrisos nervosos de algumas, desconfio que havia muito para contar quando se junta Roberto e amor. Grande Roberto! Não há como o povo irmão para celebrar as coisas boas da vida. Bonito.
E por falar em mulheres e beleza, a Giovana Antonelli está tão gostosa na novela :). Eta!

Todos estão surdos

Share
Fernanda Abreu é nota dez e aqui demonstra a sua capacidade de transformar o clássico no moderno nesta versão de uma música de RobertoCarlos de 1971! Adoro-a e nunca me irei esquecer daquele concerto maravilhoso no Morro da Urca.

Força Estranha

Share
Há versões lindas desta música, Caetano e Gal são as minhas preferidas mas esta da Ana Carolina é incrível, parece que a música esteve à espera dela este anos todos.

Jorge Ben Jor comanda Fundição Balanço no Rio

Share
É hoje e eu aqui, chorando!!!

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Clássicos do samba carioca

Share
1. Lupicínio Rodrigues aqui em dueto com Paulinho da Viola contando a história do seu sucesso "Nervos de Aço"

2. O grande mestre da Estação Primeira, Jamelão, com outro grande fã da Mangueira, Chico Buarque.

3. Grande Cartola com Leci Brandão em mais uma homenagem à escola verde e rosa.

4. Lindo também e imperdível é o dueto de Argemiro do Patrocínio, ou da Portela, com Marisa Monte que, infelizmente não dá para incorporar mas que se pode ver aqui
5. Pixinguinha, Baden Powel e João da Baiana, interpretando "Lamento"

6. Noel Rosa e o maravilhoso "Último Desejo" aqui interpretado pelo meu querido Wilson das Neves.

7. E não sendo carioca mas paulista, também merece estar aqui, Adoniran Barbosa num pout-pourri (adoro esta expressão!) delicioso com Elis Regina.

8. E para finalizar, a grande Elizeth Cardoso, que gravou o primeiro disco associado aos primórdios da Bossa Nova, aqui com a louca Elza Soares e depois com Nelson Cavaquinho a cantarem a magnífica "A flor e o espinho" ("Tire o seu sorriso do caminho, que eu quero passar com a minha dor, hoje pra vocÊ eu sou o espinho, e espinho não machuca flor, eu só errei quando juntei minh'alma à sua,o sol não pode viver perto da lua").


Bendito Youtube!!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Luiza

Share
Uma das mais lindas versões desta preciosidade do mestre Tom Jobim que homenageia mais um dos seus amores e que, pelo nome próprio homenageado, me remete, inevitavelmente, para o amor puro que nutro pela minha irmã caçula.

So(u)Rio

Share
Morro de saudades! Esta é pra você.

Rio, rio, rio
Rio pra não chorar
Pra quem não sabe sou rio
A cantar

Sou do Flamengo
Sou ali em Botafogo
Sou da casquinha do ovo
E essas flores
Na Rocinha vou plantar
Quem olha minha barraca
No morro de Santa Marta
Quer morar

Se tenho fome
Como logo o Pão de Açúcar
Urro no topo da Urca
Se quero abraço
Tenho o Cristo pra abraçar
Tamborim pra ti tarol
Escolados pelo sol
Rio e morro de amar

Rio, rio, rio
Rio pra não chorar
Pra quem não sabe sou Rio
A cantar
"Vide Gal" - Carlinhos Brown

domingo, 22 de novembro de 2009

Um dos concertos da minha vida

Share
Saí sozinho, sem destino, era a noite do concerto de Los Hermanos no Musicais e enquanto não me decidia a encarar sozinho os Hermanos, algo me puxou para Belém e foi uma noite inesquecível com três momentos marcantes, fruto de três fados apaixonantes, valorizados pela interpretação emocionante e arrepiante da Mariza. Mesmo assim com muita pena de ter falhado o concerto dos Los Hermanos.
Antes eram os Madredeus que tinham a exclusividade de me acompanharem nas primeiras horas no estrangeiro, agora partilham esse apoio com a Mariza.


Fados - Carlos Saura

Share
Na sequência do "Tango", "Sevilhanas" e "Flamenco", Carlos Saura criou um filme dedicado ao fado do qual faz parte este ambiente de fado delicioso e esta "conversa" entre o Chico Buarque e o Carlos do Carmo. Pode-se ainda descobrir a Cuca Roseta, uma voz doce irresistível e a cantar um dos meus fados preferidos. Recomendo.


Máquina de Ritmo

Share
DVD Outros Bárbaros, reencontro dos Doces Bárbaros, Caetano, Gilberto, Bethânia e Gal e a oportunidade de mais um improviso de Caetano e Gil com esta música incrível do último disco do Gil e que prova que ele continua no seu melhor, como diz Caetano.

Sempre lá :)

Share
Seu Jorge no Domingão, grande xará!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Bangalafumenga!

Share
Mais um bloco maravilhoso do meu Rio, aqui na impressionante Fundição Progresso onde no dia 27 vai estar actuando Jorge Ben e eu aqui!
Bangalafumega foi o bloco para onde foi o grande Serjão Loroza depois de sair dos Monobloco. Osom não é bom mas vale o momento.

Esconderijo

Share
Outra da novela :), Ana Cañas, lembra-me Adriana Calcanhoto quando a descobri no álbum "Marítimo".

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Mereceram!

Share

E ao contrário do jogo de cá, estiveram bem, principalmente os que tinham estado mal em Lisboa, Paulo Ferreira, Duda, Nani. O batatal bósnio é uma vergonha para o futebol.

domingo, 15 de novembro de 2009

A sociologia do futebol carioca

Share
"O poder dos clubes
Segundo pesquisa científica realizada por um conjunto de universidades públicas brasileiras, chegou-se a seguinte conclusão: BOTAFOGO - quando o jogo do fogão é televisionado, professores, cientistas, juízes e correctores da bolsa de valores param, a produção cai 49%; nos cinemas, teatros e eventos culturais, o movimento cai 32 por cento. VASCO - quando o Vasco é televisionado, o movimento das adegas e restaurantes especializados em bacalhau cai 60%; a produçã de bolos, confetis e pães cai 12%; o movimento nas ruas do bairro de São Cristóvão cai 75%. FLUMINENSE - quando o jogo do tricolor é televisionado, os restaurantes de luxo têm queda no movimento de 76%; o movimento do comércio do Rio Sul cai 65%; os clubes sociais e lojas em geral tem queda de 45%; as ruas dos bairros da Zona Sul têm 51% do movimento de pedestres diminuído; 94% das viagens internacionais são canceladas; a TV Globo não aumenta o IBOPE, pois 87% dos adeptos já assistem aos jogos pelo sistema pay-per-view por assinatua; trânsito automóvel diminui 43% nas principais avenidas da Zona Sul da cidade, melhorando o trânsito. FLAMENGO - quando o mengão é televisionado, os assaltos à mão armada diminuem 85%; assaltos em semáforos diminuem 73%; casas de prostituição diminuem 30%; sequestros caem 78%; rebeliões caem 98%; movimentos estranhos com suspeitas de fugas em delegacias e presídios do Brasil caem 100%. Por isso, viva o mengão! (...)"
Excerto da crónica "Meu Brasil brasileiro" de Duda Guennes, em Jornal "A Bola" de 15 de Novembro de 2009

Este ano as coisas estão mesmo a favor do mengão que, depois de ganhar hoje ao Náutico, é segundo na classificação, a dois pontos do líder S. Paulo e com duas estrelas cintilantes, Adriano e o veterano Petkovic. O Vasco vai ultrapassar o calvário da segundona, sendo já campeão, a três jornadas do fim, garantindo o regresso ao Brasileirão um ano após o amargo rebaixamento no ano em que o Edmundo, o conhecido "Animal", se despediu, de forma inconsolável, dos gramados e, especialmente, de S. Januário. Fluminense e Botafogo arrastam-se pelos últimos lugares da classificação e, cada vez mais, parece que a salvação de um será o inferno do outro. Por agora, o fogão, vai sobrevivendo no último lugar que garante a manutenção e o tricolor está no 17º lugar a 2 pontos do seu vizinho e da salvação mas com uma recuperação espantosa nos últimos jogos, com três vitórias consecutivas a candidatos (2-1 ao Atl.Mineiro, 3-2 ao Cruzeiro, em Belo Horizonte e 1-0 ao Palmeiras) e hoje com a quarta, 2-1 a um eventual concorrente à sobrevivência, o Atl. Paranaense.

sábado, 14 de novembro de 2009

Malandragem

Share
Muito barulho, pôrra!! Ontem foi samba, rock, hip-hop, funk e até houve blitz! Malandro é malandro!



sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Agora fiquei com vontade

Share
De ver um espetáculo de Gilberto Gil com banda para dançar sem parar.

Tranquilo

Share
Kassin, Domenico e Moreno são os membros de uma banda bastante peculiar, temas muito especiais, postura única e mudam de nome de acordo com a liderança que cada um assume na produção de cada álbum. Moreno+2, Domenico+2 e Kassin+2 são, consecutivamente, os nomes assumidos para os álbuns que lançaram até agora. Moreno é filho de Caetano Veloso e, juntamente com os outros dois, são membros fundadores da Orquestra Imperial.
Esta música é do último álbum e a sua pureza e simplicidade agarraram-me. Existe também uma versão muito boa da Bebel Gilberto no seu álbum "Momento". Tranquilo é um atributo imprescindível na personalidade carioca e, não só mas também por isso, é um estado fundamental para mim, principalmente nesta fase.